Eutanásia é sinônimo de um momento muito difícil para o dono
131
views

Qualquer dono de cães, gatos ou outros animais de estimação, podem passar por estar dolorosa e terrível experiência de ter que escolher pelo sacrifício do seu animal. Se torna  uma decisão bastante difícil, quando a relação com  o seu animal de estimação é muito forte.

O pior de tudo é que esta escolha é exclusiva do dono do animal, o veterinário estará sempre pronto para lhe orientar sobre a situação e o estágio da doença. Quando as chances de cura são mínimas ou inexistentes, ele pode sugerir o sacrifício do animal.

O dono deve  deixar de lado a paixão pelo animal para só assim poder enxergar a qualidade de vida que o animal terá dali pra frente. Mas isso tudo é muito relativo.

Apesar de sempre existir uma esperança de ver o animal curado novamente, deve haver um grande cuidado para que este amor não se torne uma obsessão. E essa obsessão poderá fazer o animal sofrer muito e o dono sem perceber, poderá fazer seu animal sofrer bastante em situações irreversíveis com condições inimagináveis.

Para ficar ainda mais seguro desta decisão, consulte dois ou mais veterinários.A luta e esperança pelo bem do animal deve prevalecer sempre, mas quando isso não for possível, será uma grande demonstração de amor, se você escolher por acabar com o sofrimento deste animal.

Há anos fazendo posts sobre cães, pesquisando doenças, bem estar, atitudes e sentimentos de cães, essa semana tive que decidir sobre a eutanásia da minha cachorrinha Nina de 11 anos.

Jamais poderia imaginar que seria um momento tão difícil, como também nunca imaginaria que ela seria vitima de um câncer no fígado tão violento.

A cada dia ela estava mais quietinha, triste…tentamos de tudo, remédios, o melhor tratamento, mas a resposta foi uma só…não tem mais jeito…a decisão mais díficil foi a da eutanásia, mas a cara de dor, os olhos me pedindo para fazer alguma coisa por ela, me levaram a essa triste decisao.

Aliviei a dor dela, não merecia tanto sofrimento, a ponto de ficar deitada e não comer, beber, nem andar mais…não podia ser tão egoísta com ela a ponto de querer tê-la ao meu lado…

Foi dificil e está sendo, pois era muito amada, e ela retribuia com um jeito que só ela tinha…jamais esqueceremos a Nina, as lições que nos passou, foi de que a vida tem que ser simples, sem rancor, ódio, e que a todo momento devemos demonstrar ao outro a satisfação de estar ao seu lado…devemos ficar felizes quando as pessoas que amamos chegam, mesmo que tenham saído por um tempo minimo…mesmo depois de um xingo, um castigo, relevar e voltar a viver em paz com a pessoa que nos amamos.

Aproveitar cada minuto da vida, como se fosse o ultimo e com simplicidade.

22450031_1706892139342422_3798239031877983173_nAs lições que os cães nos mostram, explicam porque eles vivem tão pouco tempo com a gente, porque eles já vem com tudo de bom e não tem mais nada a aprender, apenas passam energias e  bondades para a gente…

News Reporter

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: